History

  1. A contract for difference (CFD) is a derivative product that derives its value from the performance of an underlying instrument such as Gold, a Stock Index, a Currency Index or a Government Bond. It is a contract to pay or receive the difference between the current price of an underlying instrument and the price when the contract is liquidated. This allows traders to take advantage of price movements. CFDs can be used to either speculate and try to profit from price movements or to hedge an exposure to certain instruments by mitigating the risk of price movements. 
     
    CFDs are popular with retail traders and are typically not held for a long time. They are similar to futures, but there are differences, for example they don't have an expiration date or a set future price, they have less regulation, the minimal amount of the underlying asset you need to trade is less and CFDs are traded through brokers, not through large exchanges. These brokers are paid via a spread and most offer products in all major markets worldwide.
    changed via the API .
    Copy to clipboard
  2. A contract for difference (CFD) is a derivative product that derives its value from the performance of an underlying instrument such as Gold, a Stock Index, a Currency Index or a Government Bond. It is a contract to pay or receive the difference between the current price of an underlying instrument and the price when the contract is liquidated. This allows traders to take advantage of price movements. CFDs can be used to either speculate and try to profit from price movements or to hedge an exposure to certain instruments by mitigating the risk of price movements. 
     
    CFDs are popular with retail traders and are typically not held for a long time. They are similar to futures, but there are differences, for example they don't have an expiration date or a set future price, they have less regulation, the minimal amount of the underlying asset you need to trade is less and CFDs are traded through brokers, not through large exchanges. These brokers are paid via a spread and most offer products in all major markets worldwide.
    changed by Sergey Scherbin .
    Copy to clipboard
  3. Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os comerciantes aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. Eles são semelhantes aos futuros, mas há diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, eles têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados através de Corretoras, não através de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os comerciantes aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. 
     
    CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. Eles são semelhantes aos futuros, mas diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, eles têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados através de Corretoras, não através de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    changed by Filiperamosdealbuquerque .
    Copy to clipboard
  4. Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os traders aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. São semelhantes aos futuros, mas há diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados por meio de Corretoras, não por meio de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os traders aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. 
     
    CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. São semelhantes aos futuros, mas diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados por meio de Corretoras, não por meio de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    changed by Jorge Rogerio Penha Rodrigues .
    Copy to clipboard
  5. Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os traders aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. São semelhantes aos futuros, mas há diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados por meio de Corretoras, não por meio de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    Um contrato por diferença (CFD) é um produto derivativo que tem seu valor ligado ao desempenho de um instrumento financeiro subjacente, como o ouro, um índice de ações, um índice de moeda ou um título governamental. É um contrato para pagar ou receber a diferença entre o preço atual de um instrumento subjacente e o preço quando o contrato é liquidado. Isso permite que os traders aproveitem os movimentos de preços. Os CFDs podem ser usados para especular e tentar lucrar com movimentos de preços ou para proteger uma exposição a certos instrumentos, mitigando o risco de movimentos de preços. 
     
    CFDs são populares entre traders de varejo e normalmente não são mantidos por um longo tempo. São semelhantes aos futuros, mas diferenças, por exemplo, eles não têm uma data de validade ou um preço futuro definido, têm menos regulação, o valor mínimo do ativo subjacente que você precisa negociar é menor e os CFDs são negociados por meio de Corretoras, não por meio de grandes bolsas. Essas corretoras ganham com o spread e a maioria oferece produtos em todos os principais mercados em todo o mundo.

    changed by Jorge Rogerio Penha Rodrigues .
    Copy to clipboard